Crescimento rentável continuado

– Total de pedidos + 8%1, acima em todas as divisões e regiões

– Pedidos de base + 9%, acima em todas as divisões e regiões

– Receitas + 1%

– Relação book-to-bill2 em 1,07 x, > 1 em todas as divisões

– Margem do EBITA Operacional2 até 60bps para 13,0%

– EPS2 operacional + 27%4

- Lucro líquido $ 681 milhões, + 30%- Fluxo de Caixa de atividades operacionais $ 1,010 bilhão; apresentação sólida de caixa esperada para o ano inteiro

"No segundo trimestre, impulsionamos o crescimento dos pedidos em todas as divisões e em todas as regiões. Graças aos nossos contínuos esforços de produtividade, melhoramos nossa margem e atingimos crescimento de dois dígitos no EPS operacional ", disse o CEO da ABB, Ulrich Spiesshofer. "Concluímos a aquisição da GE Industrial Solutions dentro do prazo esperado e começamos, em velocidade máxima, a integração com nossos novos colegas".

"Com foco disciplinado na execução implacável, nossas quatro divisões continuam sua transição para eficiência e eficácia de classe mundial," acrescentou. "Esses resultados mostram que estamos entregando nossa transformação nos últimos anos."

PRINCIPAIS NÚMEROS

   

VARIAÇÃO

   

VARIAÇÃO

($ em milhões, salvo indicação em contrário)

2ºTRIM 2018

2ºTRIM 2017

US$

Comparável1

H1 2018

H1 2017

US$

Comparável1

Pedidos

9.483

8.349

+14%

8%

19.255

16.752

+15%

+7%

Receitas

8.889

8.454

+5%

+1%

17.516

16.308

+7%

+1%

EBITA2 Operacional

1.167

1.042

+12%

+8%

2.227

1.985

+12%

+6%3

conforme % da receita operacional

13,0%

12,4%

+0,6pts

 

12,7%

12,3%

+0,4pts

 

Lucro líquido

681

525

+30%

 

1.253

1.249

0%

 

EPS Básico ($)

0,32

0,25

+30%

 

0,59

0,58

+1%4

 

EPS2 Operacional ($)

0,38

0,30

+28%4

+27%4

0,69

0,58

+19%4

+16%4

Fluxo de Caixa de atividades operacionais

1.010

467

+116%

 

492

976

-50%

 

Perspectiva de curto prazo

Os sinais macroeconômicos estão tendendo positivamente na Europa e nos Estados Unidos, com a expectativa da China continuar em crescimento. O mercado global está crescendo, com incertezas geopolíticas em várias partes do mundo. Os preços do petróleo e os efeitos da conversão cambial deverão continuar influenciando os resultados da empresa.

Resultados do Grupo no 2º Trimestre de 2018

Pedidos

Os pedidos totais cresceram 8% (14% em dólares americanos) em todas as divisões e regiões, em comparação com um ano atrás. Os pedidos de base (classificados como pedidos abaixo de US$ 15 milhões) aumentaram 9% (14% em dólares americanos), subindo em todas as divisões e regiões. As grandes encomendas representaram 7% dos pedidos totais, em comparação com 8% no mesmo trimestre de 2017. A abrangente oferta digital da ABB, o ABB Ability™, foi uma contribuição significativa para o crescimento dos pedidos no trimestre.

A relação book-to-bill aumentou para 1,07 x no final do trimestre, em comparação com 0,99 x no ano anterior.

As ordens de serviço subiram 2% (5% em dólares americanos) em um período comparável difícil. As ordens de serviço representam 19% dos pedidos totais, comparadas com 20% no período do ano anterior.

As alterações na carteira de negócios relacionadas com a aquisição da B&R resultaram em um impacto líquido positivo de 3% sobre o total de pedidos relatados. Um dólar americano mais forte em relação ao período do ano anterior resultou em um impacto de conversão positivo de 3% nos pedidos relatados.

Visão geral do mercado

No trimestre, a ABB observou forte demanda de todas as regiões:

  • Os pedidos de base aumentaram 12% (24% em dólares), com contribuição principal da Itália e Reino Unido.
  • Os pedidos totais da Europa subiram 10% (22% em dólares americanos), com a contribuição positiva da Alemanha, Itália, Reino Unido, Noruega, Espanha e França que mais do que compensaram a diminuição na Suécia, Finlândia e Suíça.
  • As Américas apresentaram um aumento de 7% nas encomendas totais (7% em dólares americanos). Os pedidos superiores foram registrados nos Estados Unidos, Canadá e México. Os pedidos de base aumentaram 7% (7% em dólares americanos). Os Estados Unidos cresceram, numa base comparável, 6% (7% em dólares americanos) em termos dos pedidos totais e 7% (8% em dólares americanos) em pedidos de base.
  • Na Ásia, Oriente Médio e África (AMEA), as encomendas totais cresceram 7% (11% em dólares americanos), com boa demanda de pedidos da China, Índia e Emirados Árabes Unidos. Os pedidos de base subiram 7% (12% em dólares americanos), com contribuições positivas da China, Índia e Austrália, que mais do que compensaram a baixa entrada de Coreia do Sul e da África do Sul. Na China, os pedidos totais e de base aumentaram, respectivamente, 20% e 23% (29% e 32% em dólares americanos).

A demanda cresceu na maioria dos segmentos dos principais clientes da ABB:

  • A demanda das concessionárias de serviço foi mista no segundo trimestre. Continuou a crescer a atividade relacionada à integração da grade, para energias renováveis, e investimentos na melhoria da confiabilidade da rede, nomeadamente através da digitalização. Os maiores investimentos na grade, por exemplo, na transmissão de longa distância, permaneceram moderados.
  • No trimestre, a demanda industrial cresceu bem através de uma ampla base de clientes. As indústrias de processo, incluindo petróleo e gás, e mineração, continuaram aumentando os investimentos, com capex concentrado na atualização e automatização de ativos de brown-field. Um foco contínuo em indústrias selecionadas, tais como alimentos e bebidas, e automotiva, provou ser benéfico para o impulso dos pedidos, particularmente dadas soluções de automação e robótica da ABB.
  • A demanda de transporte e infraestrutura foi sólida, com boas encomendas recebidas para a eletrificação férrea, do setor de construção e em especialidades navais. Os destaques para o trimestre incluem a forte continuação do crescimento em centros de dados e soluções de carregamento rápido para veículos elétricos.

Receitas

As receitas cresceram 1% (5% maiores em dólares dos EUA), bem suportadas pelo contínuo crescimento sólido em Robotics e Motion and Electrification Products. Isto foi limitado por receitas constantes em Industrial Automation e receitas inferiores na Power Grids, devido à menor abertura da carteira de pedidos em ambas as divisões.

As receitas de serviços subiram 13% (16% em dólares americanos) e representaram 19% do seu total, acima dos 17% no período do ano anterior. O crescimento de serviços foi reforçado pela principal carteira digital da ABB, as soluções do ABB Ability™.

A variação das taxas de câmbio resultou em um impacto de conversão positivo nas receitas relatadas de 2%. As alterações do portfólio de negócios tiveram um efeito líquido positivo de 2% nas receitas declaradas.

EBITA Operacional

No segundo trimestre, o EBITA operacional de $ 1,167 bilhão aumentou 8% em moedas locais (12% em dólares americanos). A margem do EBITA operacional aumentou 60 pontos base para 13%, suportada pelo esforço contínuo de produtividade. No trimestre, a ABB continuou investindo em suas vendas, na marca e no ABB Ability™.

Ganho por ação do lucro líquido, básico e operacional

O lucro líquido foi de US $ 681 milhões; 30% acima em comparação com US $ 525 milhões do ano anterior. O lucro líquido operacional da ABB2 subiu 27%, para US $ 810 milhões. O resultado básico por ação de $0,32 foi 30% maior de um ano para o outro. O lucro operacional por ação de US $0,38 subiu 28%, e 27% melhor em termos de moeda constante4.

Fluxo de caixa das atividades operacionais

O resultado do fluxo de caixa das atividades operacionais de $ 1,010 bilhão compara-se a US $ 467 milhões, no segundo trimestre de 2017. Em relação há um ano, o fluxo de caixa reflete principalmente a mudança no calendário de pagamentos de incentivos a funcionários, pagos no primeiro trimestre deste ano, os quais, em 2017, foram pagos no segundo trimestre. Para o ano inteiro, a ABB espera a apresentação de um caixa sólido.

Desempenho divisional no 2º Trimestre de 2018

($ em milhões, salvo indicação em contrário)

Pedidos

VARIAÇÃO

Pedidos base de 3ºs

VARIAÇÃO

Receitas

VARIAÇÃO

EBITA op %

VARIAÇÃO

US$

Compa-rável1

US$

Comparável1

US$

Compa-rable1

Power Grids

2.577

+6%

+5%

2.128

+9%

+7%

2.354

-6%

-8%

9,7%

-0,4pts

Electrification Products

2.727

+9%

+6%

2.553

+7%

+4%

2.673

+7%

+4%

16,0%

+1,0pts

Industrial Automation

2.005

+34%

+15%

1.715

+30%

+9%

1.839

+17%

0%

14,1%

+0,7pts

Robotics and Motion

2.540

+15%

+11%

2.363

+20%

+16%

2.316

+11%

+8%

16,1%

+1,0pts

Corporate & outros

(366)

35

(293)

Grupo ABB

9.483

+14%

+8%

8.794

+14%

+9%

8.889

+5%

+1%

13,0%

+0,6pts

A partir de 1º de Janeiro de 2018, a responsabilidade de gestão e supervisão de certos remanescentes de engenharia, compras e negócios de construção (EPC), anteriormente incluídos em Power Grids, Industrial Automation, e segmentos operacionais de Robotics and Motion, foram transferidos para um novo negócio operacional não essencial, dentro de Corporate and Other. Anteriormente, os montantes relatados foram reclassificados de forma consistente com esta nova estrutura.

Power Grids

O impulso no crescimento dos pedidos de base de terceiros continuou, aumentando 7% (9% em dólares americanos). O total de pedidos foi 5% acima (6% em dólares americanos). As iniciativas de Power Up e as soluções do ABB Ability™ ganharam força. Energias renováveis, digitalização de grade e melhora nos setores industrial e de transporte contribuíram para o crescimento. No final do segundo trimestre, a carteira de pedidos foi 4% inferior (6% em dólares americanos) em relação ao período do ano anterior. As receitas foram de 8% mais baixos (6% em dólares americanos), diminuídas pela abertura inferior da carteira de pedidos. A margem do EBITA operacional foi de 9,7%, devido, principalmente, à menor receita e investimento no programa de Power Up em curso. As iniciativas de gestão de custos estão em vigor.

Electrification Products

O total de encomendas aumentou 6% (9% em dólares americanos) e os pedidos de base de terceiros melhoraram 4% (7% em dólares americanos). O crescimento de pedidos foi amplo, com todas as unidades de negócios, particularmente produtos, tendo bom desempenho em todas as regiões. A receita cresceu 4% (7% em dólares americanos). A margem do EBITA operacional expandiu 100 pontos de base no ano, beneficiando-se dos esforços de ações de preços e de produtividade sustentada.

Industrial Automation

As encomendas totais (incluindo B&R e efeitos da moeda) subiram 34% e os pedidos de base de terceiros 30% em comparação com o mesmo período do ano passado. Numa base comparável, os pedidos totais subiram 15% e os de base de terceiros aumentaram 9%. Os investimentos continuaram para especialidades navais, bem como investimentos seletivos em indústrias de processo, particularmente petróleo e gás. Os pedidos de base cresceram em todos os setores, com crescimento de dois dígitos em serviço. No final do segundo trimestre, a carteira de pedidos ficou 4% mais baixa (1% menor em dólares americanos) em relação ao período do ano anterior. As receitas ficaram estáveis no trimestre, refletindo as fortes receitas de pedidos de produtos, compensando a menor abertura da carteira de pedidos. A margem do EBITA operacional melhorou em 70 pontos base, apoiada por um mix positivo e forte execução de projetos.

Robotics and Motion

No trimestre, os pedidos de base de terceiros aumentaram 16% (20% em dólares americanos) e as encomendas totais aumentaram 11% (15% em dólares americanos). O crescimento de pedidos foi alcançado em todas as unidades de negócios e regiões, com a demanda das indústrias de processo, continuando a tendência de recuperação. A receita cresceu 8% (11% em dólares americanos). A margem do EBITA operacional expandiu-se 100 pontos base no ano para 16,1%, devido a volumes positivos e ao mix, bem como aos contínuos esforços de produtividade.

Estratégia de Next Level

Desde 2014, a ABB está executando sua estratégia de Next Level, com foco no crescimento rentável, execução implacável e colaboração dirigida aos negócios. Nos últimos anos, a ABB moldou suas divisões em quatro unidades líderes de mercado, unidades empreendedoras; levou a um salto quântico em digital através de ABB Ability™; acelerou o ritmo em excelência operacional; e reforçou a marca da ABB.

Todas as divisões da ABB estão conduzindo o crescimento rentável dentro de mercados-chave, com soluções novas e digitais existentes de ponta-a-ponta do ABB Ability™, capazes de fechar o ciclo com dispositivos conectados e assentar sobre a nuvem inteligente. As divisões continuam a centrar-se na execução implacável, assentar-se no impulso existente e continuar a investir no crescimento, com laços mais fortes entre a compensação e a entrega de desempenho operacional.

Hoje, a ABB está mais bem posicionada nos melhores mercados, com um portfólio simplificado e reforçado que oferece duas claras proposições de valor: trazer eletricidade de qualquer usina a qualquer tomada e automatizar indústrias a partir de recursos naturais para produtos acabados.

Crescimento rentável

A oferta de soluções digitais da ABB, o ABB Ability™, é essencial para os esforços da empresa para levar ao crescimento rentável. A oferta inclui mais de 210 soluções do ABB Ability™, atendendo às necessidades dos clientes em concessionárias de serviços, indústria, e transporte e infraestrutura. Durante o trimestre, a ABB recebeu um pedido de energia verde da empresa dinamarquesa Ørsted, para integrar energia eólica offshore com a rede de energia do UK. Como parte da encomenda, a ABB fornecerá suas soluções líderes de mercado de grade digital do ABB Ability™, para garantir a eficiência e a confiabilidade da energia. Como também, por exemplo, a ABB está trabalhando com o Yitai Group da China, uma empresa de produtos químicos. A ABB fornecerá soluções de ponta-a-ponta do ABB Ability™ que permitirão altos níveis de produtividade em suas novas instalações. Este é o primeiro pedido de uma série de projetos digitais para o Yitai Group.

Durante o segundo trimestre, a ABB anunciou um investimento de € 100 milhões em uma unidade de P&D e um campus de treinamento em Eggelsberg, na Áustria, que vai conduzir a inovação em automação de fábrica e máquina, incluindo inteligência artificial e aprendizado de máquina. ABB também anunciou um investimento de aproximadamente US$ 30 milhões em uma nova unidade fabril de tecnologia de ponta, para oferta de transformadores de Power Grids, na Suécia.

Atualização sobre a aquisição da GE Industrial Solutions (GEIS)

Por meio do gerenciamento de portfólio em curso, a ABB está mudando seu centro de gravidade. O grupo concluiu a aquisição da GE Industrial Solutions (GEIS), em 30 de junho de 2018. Ao adquirir a GEIS, a ABB está reforçando a posição do grupo de número dois global em eletrificação, e aumentando sua exposição ao atraente mercado norte americano – já o maior mercado da ABB – e no negócio de ciclo precoce. A GEIS está sendo integrada à divisão de Electrification Products (EP) da ABB, como uma nova unidade de negócios chamada Electrification Products Industrial Solutions (EPIS). Com sede em Atlanta, Geórgia, a EPIS tem cerca de 14.000 funcionários em todo o mundo.

Em cinco anos, espera-se aproximadamente US$ 200 milhões de sinergia de custo anual. A ABB vai realizar valor por meio da harmonização de portfólio de produto e tecnologia, particularmente do acoplamento da oferta do ABB Ability™ com a abrangente base instalada. Também serão extraídas sinergias da otimização da presença, economia na cadeia de suprimentos e redução de custos de SG&A. Espera-se que a integração da GEIS terá um impacto negativo de cerca de 60 pontos base nas margens do EBITA operacional do grupo ABB na segunda metade de 2018 e, aproximadamente, 260 pontos base no EP da margem do EBITA operacional. A ABB pretende trazer a margem para a divisão de EP, após um efeito de amortecimento inicial, de volta a sua faixa de meta da margem EBITA operacional de quinze a dezenove por cento, durante 2020. A transação inclui uma relação de fornecimento estratégico a longo prazo com a GE e permite à ABB o uso a longo prazo da marca GE.

Execução implacável

A ABB continua a se beneficiar de seus esforços em gerenciamento de custos e produtividade, em curso. Durante o trimestre, a ação de precificação e economia ultrapassou a inflação de matérias-primas, apoiando o objetivo em curso da ABB de compensar de três a cinco por cento do custo de vendas do grupo, a cada ano.

O foco do grupo em Quality and Operations está se assentando nos programas de 1.000 dias da ABB, concluídos em 2017. As lacunas no desempenho, informadas pelo feedback dos clientes, são rigorosamente identificadas e abordadas, usando métodos Lean Six Sigma. Atualmente, a ABB tem 1.500 projetos de melhoria contínua em curso, conduzidos de dentro de cada divisão.

Colaboração dirigida aos negócios

A evolução da parceria estratégica, no segundo trimestre, inclui a formação de uma aliança estratégica global para fornecer soluções para o centro de dados da classe industrial entre a ABB e a Rittal, aproveitando o sucesso da cooperação prévia e uma aliança de software para robótica colaborativa com a Kawasaki Heavy Industries.

A ABB continua construindo o posicionamento estratégico de marca por meio da parceria com a ABB Formula E Electric Car Racing Championship Series, que fornece uma plataforma única para demonstrar liderança e e-mobilidade.

Perspectivas de curto e longo prazos

Os sinais macroeconômicos estão tendendo positivamente na Europa e Estados Unidos, com a continuação do crescimento esperado na China. O mercado global, em geral, está crescendo, com crescentes incertezas geopolíticas em várias partes do mundo. Os preços do petróleo e os efeitos de conversão cambial deverão continuar influenciando os resultados da empresa.

As perspectivas de demanda atraente a longo prazo nos três principais setores de clientes da ABB – concessionárias de serviços, indústria, e transportes e infraestrutura – são impulsionadas pela Quarta Revolução industrial e de Energia. A ABB está bem posicionada para explorar essas oportunidades de crescimento rentável a longo prazo com sua forte presença no mercado, amplo escopo geográfico e de negócios, liderança em tecnologia e solidez financeira.

Mais informações

O press release dos resultados do 2º Trimestre de 2018 e os slides da apresentação estão disponíveis no ABB News Center em www.abb.com/news e na homepage das Investor Relations em www.abb.com/investorrelations.

ABB realizou uma coletiva de imprensa, nesta quinta-feira, às 10:00 - Hora Central Europeia (CET) (09:00 BST, 4:00 a.m. EDT). O Conteúdo de uma teleconferência e webcast para investidores e analistas, realizada nesta quarta-feira, está acessível no site da ABB e uma sessão gravada estará disponível como um podcast de uma hora após o término da teleconferência e pode ser baixada do nosso site. www.ABB.com/InvestorRelations

A ABB (ABBN: SIX Swiss Ex) é líder de tecnologia pioneira em produtos de eletrificação, robótica e movimento, automação industrial e elétrica, atendendo a clientes em concessionárias de serviços, indústria, e transportes e infraestrutura global. Dando continuidade a uma história de inovação, abrangendo mais de 130 anos, a ABB, hoje, está escrevendo o futuro da digitalização industrial com duas claras propostas de valor: trazer a eletricidade de qualquer usina para qualquer tomada e automatizar indústrias de recursos naturais até  produtos acabados. Como parceira no título da ABB Fórmula E, a classe internacional de automobilismo totalmente elétrico da FIA, a ABB está ampliando as fronteiras da mobilidade ao contribuir para um futuro sustentável. A ABB opera em mais de 100 países com aproximadamente 147.000 colaboradores. www.ABB.com

calendÁRIO DO INVESTIDOR 2018/2019

Resultados do Terceiro Trimestre de 2018

25 de Outubro de 2018

Resultados do Quarto Trimestre e de todo o ano de 2018

Fevereiro de 2019

Aviso importante sobre as informações prospectivas

Este press release inclui informações prospectivas e declarações, bem como outras declarações sobre as perspectivas para o nosso negócio, incluindo aquelas nas seções deste release, intitulado "Perspectivas de curto prazo", "Perspectiva" e "Estratégia de Next Level – Fase 3". Estas declarações são baseadas em expectativas atuais, estimativas e projeções sobre os fatores que podem afetar nosso desempenho futuro, incluindo condições econômicas globais, as condições econômicas das regiões e indústrias que são os principais mercados para a ABB Ltd. Estas expectativas, estimativas e projeções são geralmente identificáveis pelas declarações que contêm palavras como "espera", "acredita que," "estima", "metas," "planos", "é provável", "pretende" ou expressões similares. No entanto, existem muitos riscos e incertezas, muitos dos quais estão além de nosso controle, o que poderia causar que nossos resultados reais difiram materialmente das informações prospectivas e declarações feitas neste press release e que podem afetar nossa capacidade de alcançar qualquer ou todos os nossos objetivos declarados. Os fatores importantes que poderiam causar tais diferenças incluem, entre outros, riscos empresariais associados às condições políticas e ambiente econômico global volátil, custos associados com atividades de conformidade, aceitação no mercado de novos produtos e serviços, mudanças em regulamentações governamentais e nas taxas de câmbio, e outros fatores conforme possam ser discutidos de vez em quando no arquivamento da ABB Ltd com a U.S. Securities and Exchange Commission , incluindo seus relatórios anuais no formulário 20-F. Embora a ABB Ltd acredite que suas expectativas refletiram-se em qualquer uma das tais declarações prospectivas que são baseadas em suposições razoáveis, não pode dar nenhuma garantia de que essas expectativas serão alcançadas.

Zurique, 19 de julho, 2018

Ulrich Spiesshofer, CEO

Para maiores informações, contate:

Media Relations Phone: +41 43 317 71 11 E-mail: media.relations@ch.abb.com

Investor Relations Phone: +41 43 317 71 11 E-mail: investor.relations@ch.abb.com

ABB Ltd Affolternstrasse 44 8050 Zurich Switzerland

1/7

  • Endnotes

    1. Moeda constante (não ajustada para as mudanças de portfólio).
    2. As taxas de crescimento de EPS estão calculadas utilizando-se montantes não arredondados. O lucro operacional comparável por ação está em moeda constante (taxas de câmbio de 2014 não ajustadas para mudanças na carteira de negócios).

Share this article

Facebook LinkedIn Twitter WhatsApp