ABB inicia construção de nova fábrica de robótica em Shanghai

Da esquerda para a direita: Peter Voser, ABB Chairman and CEO; Chunyuan Gu, President ABB Asia, Middle East and Africa region; Sami Atiya, President ABB Robotics & Discrete Automation business; James-Gang Li, Lead Business Manager, Robotics and Discrete Automation, ABB China
Da esquerda para a direita: Peter Voser, ABB Chairman and CEO; Chunyuan Gu, President ABB Asia, Middle East and Africa region; Sami Atiya, President ABB Robotics & Discrete Automation business; James-Gang Li, Lead Business Manager, Robotics and Discrete Automation, ABB China
  • Investimento de US$ 150 milhões fortalecerá a liderança da ABB na China, o maior mercado de robótica do mundo
  • Fabrica aberta no início de 2021, utilizando os mais recentes processos de fabricação automatizados e digitais

A ABB anunciou hoje que iniciou a construção de sua nova instalação para pesquisa e fabricação de robôs na China, o maior mercado de robótica do mundo. A fábrica, que deve entrar em operação em 2021, representa um investimento total de US$ 150 milhões.

A nova fábrica de 67.000 m2 em Kangqiao, situada próximo a Xangai, implantará os mais modernos processos de fabricação, incluindo machine learning, soluções digitais e colaborativas. Será a fábrica mais avançada, automatizada e flexível da indústria de robótica do mundo - um centro onde robôs fabricarão robôs. A nova fábrica também abrigará um centro de P&D no local, que ajudará a acelerar as inovações em Inteligência Artificial (IA). O centro servirá como um núcleo de inovação aberto, onde a ABB vai colaborar estreitamente com seus clientes e co-desenvolver soluções de automação adaptadas às necessidades de cada um deles.

As soluções de robótica da ABB atendem a uma base de clientes diversificada na Ásia, apoiando fabricantes de automóveis, particularmente em mobilidade elétrica, bem como fabricantes de eletrônicos, alimentos e bebidas, produtos farmacêuticos, automação logística e indústrias em geral, entre muitos outros. A ABB prevê que as vendas mundiais de robôs crescerão de US$ 80 bilhões hoje para US$ 130 bilhões em 2025. A China é o maior mercado de robótica do mundo; um em cada três robôs vendidos globalmente em 2017 foi para a China.

Peter Voser, Chairman e CEO da ABB disse: “O estabelecimento da nova fábrica é outro marco no desenvolvimento da ABB na China e fortalecerá ainda mais nossa liderança no maior mercado de robótica do mundo. Desde o anúncio do projeto em outubro passado, recebemos um tremendo apoio do governo local. Este projeto foi listado entre os 10 principais da iniciativa 'Fabricação em Xangai' em 2019, uma grande honra para a ABB.” Dignitários chineses locais, clientes da ABB e altos executivos da ABB participaram hoje da cerimônia de lançamento da pedra fundamental.

Fábrica digital do futuro

A produção na fábrica altamente automatizada será baseada em células de automação, e não em uma linha de montagem fixa, o que permitirá que os robôs se movam de estação em estação para maior personalização e mais flexibilidade do que nos sistemas de produção lineares tradicionais. Os veículos guiados automatizados (AGVs) entregarão as peças aos robôs de produção just in time, enquanto as mais recentes tecnologias colaborativas garantirão que humanos e robôs possam trabalhar com segurança lado a lado, trazendo maior flexibilidade e agilidade aos processos de produção e combinando as vantagens dos robôs com as capacidades únicas das pessoas.

A fábrica será um ecossistema de manufatura digital completo, empregando um sistema "Digital Twin" que fornecerá a todos, desde gerentes e engenheiros a operadores e equipes de manutenção, informações de dados e recursos de aprendizado de máquina para melhorar o desempenho e maximizar a produtividade. A ABB usará um sistema baseado em machine learning para inspecionar os robôs enquanto eles estão sendo montados, a fim de garantir os mais altos padrões de qualidade.

“Como líder de mercado em robótica industrial na China, temos orgulho de apoiar a indústria chinesa no fortalecimento de seu setor manufatureiro. Apesar dos desafios de curto prazo do mercado, o desenvolvimento da China como um hub global de fabricação, a tendência atual de customização em massa e uma crescente escassez de mão-de-obra qualificada continuarão a criar uma demanda forte e duradoura por soluções de automação na região”, disse Sami Atiya, presidente do negócio Robotics & Discrete Automation da ABB. “Nos próximos anos, estimamos que a amplitude e profundidade de nosso portfólio praticamente dobrarão. Isso significa que precisamos de uma fábrica que possa produzir uma variedade maior de robôs e dimensionar volumes com eficiência para se adaptar às mudanças nas condições do mercado e às tendências tecnológicas”, acrescentou Atiya.

A ABB Robotics possui três fábricas em todo o mundo: a nova fábrica em Xangai, que substituirá a existente, apoiará os clientes na Ásia. A fábrica em Västerås, na Suécia, atende a clientes na Europa, e a fábrica de Auburn Hills, em Michigan, suporta as Américas.

A ABB possui uma ampla gama de atividades de negócios na China - seu segundo maior mercado - incluindo P&D, fabricação, vendas e serviços. Possui aproximadamente 20 mil funcionários, localizados em 131 cidades e em 44 empresas locais. Na China, o negócio de robótica da empresa emprega mais de 2.000 engenheiros, especialistas em tecnologia e líderes operacionais em 20 locais em todo o país. A ABB investiu mais de US$ 2,4 bilhões na China desde 1992.

Links

Fale com a gente

Downloads

Compartilhe este artigo

Facebook LinkedIn Twitter WhatsApp