ABB irá fornecer agitador eletromagnético ArcSave como parte do principal projeto de modernização da Nippon Yakin

A tecnologia patenteada ABB ArcSave® irá otimizar a eficiência, produtividade e qualidade na planta de aço Nippon Yakin na cidade de Kawasaki, no Japão.

A fabricante japonesa líder em aço, a Nippon Yakin, escolheu a ABB para fornecer sua tecnologia patenteada de agitação eletromagnética ArcSave como parte do principal projeto de modernização na sua planta especializada em aço inoxidável, localizada na cidade de Kawasaki, no Japão.

O pedido - que inclui o fornecimento e comissionamento de um sistema ABB ArcSave completo - também entregará um forno a arco elétrico (Electric Arc Furnace - EAF) de 70 toneladas para maximizar o desempenho como parte do projeto de modernização da Nippon Yakin. Espera-se que o novo forno e o agitador iniciem suas operações no começo de 2022.

Sem a necessidade de contato com a parte inferior do EAF, o ArcSave permite a agitação durante o derretimento de grandes sucatas, reduzindo a estratificação por meio da convecção forçada. Dessa forma, a operação do EAF é aperfeiçoada ao homogeneizar a distribuição da temperatura e composição química, enquanto acelera o derretimento de sucata e ferroliga se comparado com a convecção natural sozinha.

“Entregamos muitos sistemas ArcSave em todo o mundo e esperamos usar nossa experiência e conhecimento acumulados para ajudar a Nippon Yakin a melhorar a eficiência, segurança e eficiência energética no processo do forno elétrico a arco com nossa solução de agitador eletromagnético confiável e comprovada”, diz Anders Lehman, Vice-Presidente de Produtos de Metalurgia da ABB.

Convencionalmente, a tecnologia ArcSave patenteada da ABB pode melhorar a produção em torno de 1%, com melhorias na produtividade entre 5% e 7%. A solução também reduz o consumo de energia elétrica em até 3% a 5%, assim como o uso de adições de processo, tais como ligas e cal, e outros consumíveis, como os eletrodos, por exemplo.

Links

Fale com a gente

Downloads

Compartilhe este artigo

Facebook LinkedIn Twitter WhatsApp