As soluções solares da ABB alimentam a diversificação das fazendas Australianas

Com os meteorologistas a preverem um rápido crescimento da utilização das energias renováveis na Austrália, e com os agricultores a enfrentarem desafios ambientais e económicos nos seus modos de vida, a ABB está a ajudar a transformar a economia dos agricultores de Riverland com a instalação de centrais elétricas solares sustentáveis.

A Austrália rural tem sofrido secas sucessivas e reduções de preços, com os agricultores a terem de lutar arduamente para ganharem a vida. Subsequentemente, muitos foram forçados a abandonar as suas fazendas e as fontes de rendimento. No entanto, foi identificada uma potencial solução pelo empresário local Mark Yates da Yates Electrical Services, sediado em Paringa, sul da Austrália. Ele estava convencido que a energia solar podia dar uma contribuição significativa à sustentabilidade à agricultura.

Mark juntou-se com os especialistas em energia solar da ABB para levar energia renovável sustentável à região de Riverland e revitalizar a economia, proporcionando novas oportunidades aos produtores de uvas e citrinos. A parceria está a ajudar a recolher os raios de sol e a criar uma rede de instalações solares na área da Riverland rural da Austrália.

Tal como Mark afirmou: “Eu estava convencido que estas parcelas de terra redundantes podiam ser utilizadas economicamente com uma central elétrica solar para garantir uma recolha de energia e rentabilidade constantes. Com a energia solar, não só os agricultores conseguem reduzir significativamente os seus custos de energia, como também podem vender a energia excedente ao distribuidor de energia local, tirando partido da volatilidade do mercado grossista de energia.”

Para conseguir apoio para a sua ideia inovadora Mark contactou os especialistas em energia solar da ABB, sabendo que a ampla experiência da empresa e o elevado nível de suporte técnico ajudaria a ganhar a confiança dos agricultores.

Adrian Amato da ABB Austrália, explicou: “Nós vimos a oportunidade de fazer uma parceria com a Yates Electrical para voltar a colocar a energia nas mãos da comunidade de agricultores e de transformar os terrenos não utilizados, onde tinham predominado as vinhas férteis e os citrinos, num poderoso fluxo de receita.”

Os primeiros parques solares foram instalados em Riverland em 2016, utilizando seis inversores 27kW ABB TRIO, colocados numa solução de contentores no local. Mais tarde, esta conceção foi reconfigurada para tirar partido da versatilidade e durabilidade dos inversores ABB TRIO-50. O primeiro local do protótipo do projeto, sediado em Renmark, sul da Austrália, iniciou a atividade em Março de 2016. Com base nos cálculos dos dados fornecidos pela AEMO (Australian Energy Market Operator), a Yates Electrical Services previu uma RCI de 10% ao ano. No primeiro ano de operação o resultado obtido foi de uma RCI de 14,75%.

O sucesso da primeira instalação inspirou um projeto inovador solar da comunidade denominado Redmud Green Energy, que envolve a criação de parques solares de pequena escala em parcelas de terrenos agrícolas não utilizados e redundantes.

Devido aos amplos recursos solares na área, o projeto tem como objetivo ajudar os agricultores e a impulsionar a economia de Riverland.

“Pretendemos oferecer ao proprietários de terras a oportunidade para tirarem partido do volátil mercado grossista de energia do sul da Austrália,” disse Mark Yates. “Um projeto como este não só introduz uma indústria e bens completamente novos, como a escala dos projetos individuais também significa que conseguimos contratar e utilizar técnicos e recursos, o que criar postos de trabalho locais e fortalece a nossa economia regional.”

Foram instalados, até agora, 28 parques solares com 34 locais adicionais destinados ao desenvolvimento, à medida que mais agricultores na região pretenderem passar a utilizar energia solar na sua procura da sustentabilidade. Os projetos foram concebidos e criados com os comprovados inversores de cadeias trifásicos TRIO-50 da ABB. A sua conceção modular e o amplo intervalo de tensão de entrada, bem como os reduzidos custos de instalação e manutenção, representam as condições ideais para estes projetos.

Pelo facto de venderem energia ao National Electricity Market (NEM), os agricultores têm, agora, uma segunda fonte de receita o que significa uma economia local mais forte.

Trabalhando em conjunto, a Yates Electrical e a ABB voltaram a dar poder aos produtores de alimentos da região, que se estão a diversificar tendo em vista o sucesso. Um dos primeiros clientes da Redmud Green Energy foi o produtor de citrinos e de uvas Sam Albanese, que substituiu um bloco de vinha em sub-produção por um parque solar.

O parque solar proporcionou a Sam um retorno de investimento de 15% e fez reduzir a conta de energia num terço. Ao contrário das vinhas, os parques solares necessitam de muito pouca manutenção e Sam concluiu, recentemente, a instalação de um segundo parque solar numa outra propriedade.

Tal como Sam disse: “Ao contrário das vinhas que necessitam de imensos cuidados e atenção, com o parque solar não é necessário fazer nada exceto pulverizar, ocasionalmente as ervas daninhas que crescem em redor. Faz sentido do ponto de vista económico e é bom para o ambiente. Por isso, é uma dupla vitória.”

O projeto da Redmud Green Energy está a revitalizar com sucesso a área de Riverland da Austrália, com planos para desenvolvimento de mais projetos na região.

“Recolher os raios solares é uma forma nova e poderosa de os agricultores diversificarem. Trata-se de utilizar a terra de diferentes maneiras de modo a obter o melhor retorno possível que é amigo do ambiente e que pode revitalizar a economia local. Vimos os frutos desta ideia com o projeto de Yates na Austrália que representa uma clara tendência para o futuro,” concluiu Adrian Amato.

ABB (ABBN: A SIX Swiss Ex) é um líder tecnológico pioneiro com uma oferta abrangente para as indústrias digitais. Com uma história de inovação ao longo de mais de 130 anos, a ABB é hoje líder em indústrias digitais com quatro áreas de negócio, líderes globais, orientadas para o cliente: Eletrificação, Automação Industrial, Motion, Robótica e Automação Discreta , suportadas pela sua plataforma digital comum ABB Ability™. A área de negócio Power Grids da ABB, líder de mercado, será alienado à Hitachi em 2020. A ABB opera em mais de 100 países com cerca de 147.000 empregados. www.abb.com

Links

Contacte-nos

Transferências

Partilhe este artigo

Facebook LinkedIn Twitter WhatsApp