ABB investe no futuro da mobilidade elétrica com novo centro de pesquisa

A ABB está a construir uma nova sede global totalmente sustentável e um centro de I&D para promover a sua posição de referência no mercado em infraestruturas de carregamento de Veículos Elétricos.

A sede global e o centro de Investigação e Desenvolvimento estão a ser construídos no Campus TU Delft, em Heertjeslaan na Holanda, até 2019, um investimento de 10 milhões de dólares que irá promover as Infraestruturas de Carregamento de Veículos Elétricos da ABB. Equipado com a mais recente tecnologia para o desenvolvimento de software e hardware, arquitetura de produtos, interoperabilidade e fiabilidade em condições ambientais extremas, este edifício terá uma construção totalmente sustentável que inclui uma ampla gama de tecnologia ABB, como inversores solares e equipamentos de comutação e carregadores de veículos elétricos.

Esta instalação de 10 milhões de dólares e 3600 m2, com conclusão prevista para junho de 2019, enfatiza o compromisso da ABB com o avanço no campo da mobilidade sustentável. Recentemente, a ABB obteve um reconhecimento global pela revista Fortune, que a classificou como a 8.ª empresa que está a "mudar o mundo" com os avanços em mobilidade elétrica e carregamento de veículos elétricos.

Frank Muehlon, Diretor-Geral do setor de carregamento elétrico da ABB comentou que: “o investimento nesta nova sede e centro de I&D demonstra o compromisso da ABB com a liderança tecnológica e o estabelecimento do standard quando se trata de mobilidade sustentável. A instalação irá permitir-nos aumentar o ritmo de testes e desenvolvimento de produtos, garantindo que possamos entregar produtos inovadores ao mercado mais rapidamente do que nunca.”

Localizado na parte sul do Campus TU Delft, o complexo que poderá albergar até 120 pessoas, marcará o retorno à aposta no negócio de carregamento de Veículos Elétricos da ABB à sua origem. De facto, os estudantes que fundaram a Epyon (a startup de carregamento adquirida pela ABB em 2011) eram ex-alunos da Universidade de Tecnologia de Delft.

Com a interoperabilidade como o foco principal dos carregadores da ABB, o edifício será equipado com a mais recente tecnologia para garantir que os carregadores da ABB sejam compatíveis com todos os tipos de veículos. Os simuladores foram construídos exatamente com esse objetivo, com 95% de todos os testes a serem realizados com uma cópia digital de veículos carregados no simulador.

Como o carro e o carregador funcionam em climas quentes ou frios, não podem ser testados com o simulador, e por isso a ABB está a desenvolver salas ambientais com esse objetivo, onde os sistemas estarão sujeitos a condições extremas, incluindo uma gama de temperatura de -40 a +40ºC e alta humidade.

A instalação também está a ser projetada para fazer progredir o carregamento do autocarro elétrico para um rápido crescimento, com amplas áreas de teste o suficiente para que um autocarro de transporte público possa entrar.

Como parte do compromisso da ABB de gerir o mundo sem consumir o planeta, era vital não apenas criar um edifício que pudesse promover o progresso na mobilidade sustentável, mas também criar uma instalação 100% sustentável.

Para o aquecimento e arrefecimento, o complexo ABB estará conectado à instalação de aquecimento/arrefecimento geotérmico TU Delft. Enquanto isso, o telhado terá painéis solares com os inversores solares da ABB para os conversores CC captada desde o sol até AC, que pode ser utilizado para alimentar as instalações.

A ABB também integrará as suas soluções elétricas em todo o edifício, incluindo transformadores, painéis, produtos de construção mais inteligentes e componentes de proteção, incluindo disjuntores em miniatura, dispositivos de corrente residual, dispositivos de proteção contra sobretensão, controlo, sinalização, medição e acessórios inteligentes.

Frank conclui: “Este edifício representa um passo significativo no crescimento contínuo do nosso negócio de carregamento de veículos elétricos. O fator mais importante para impulsionar os avanços tecnológicos é o talento, e não poderíamos pedir uma localização mais inspiradora do que no campus da Universidade de Delft, onde estaremos cercados pela próxima geração de engenheiros elétricos e industriais.”

Como parte do relacionamento com a TU Delft, a nova instalação da ABB poderá acomodar estudantes de mestrado e doutoramento da Universidade.

Links

Contacte-nos

Transferências

Partilhe este artigo

Facebook LinkedIn Twitter WhatsApp