Empresas que investem na eficiência energética estão a aumentar

Relatório do Movimento pela Eficiência Energética revela que 99% das organizações já estão ou querem tornar a sua utilização de energia mais eficiente.

left

O Movimento pela  Eficiência Energética lançado pela ABB em 2021, revelou no seu mais recente relatório que 99% das empresas já estão a investir, ou planeiam investir, para tornar a sua utilização de energia mais eficiente. Em particular, o número de empresas que investem ativamente na eficiência energética aumentou 7% em dois anos. O documento, intitulado "Da perceção à implementação: perspetivas das empresas sobre investimentos em eficiência energética", concluiu que, das empresas que investem ou planeiam investir, 41% referem os próximos 12 meses como o prazo para efetuar estas melhorias.

Mário do Ó, diretor-geral da Divisão da Motion na ABB Portugal e membro do Conselho de Administração, explica que "o crescente investimento em eficiência energética, aliado a uma maior consciencialização sobre o uso de energia, coloca as empresas no bom caminho para a redução da sua pegada carbónica". E acrescenta: "Com o Movimento pela Eficiência Energética, queremos que as empresas portuguesas se juntem a nós neste caminho para a transição energética e que cheguem cada vez mais longe em termos de eficiência, redução de custos e sustentabilidade. Com os nossos produtos e tecnologia associada, podemos contribuir significativamente para que Portugal alcance a Neutralidade Carbónica até 2050."

As principais medidas de Eficiência Energética

Publicado antes da 9.ª Conferência sobre Eficiência Energética da Agência Internacional da Energia, que se realizou em Nairobi, Quénia, no mês passado, o inquérito procurou investigar a preparação para o investimento na eficiência energética. Este inquérito foi uma continuação do seu anterior - "Accelerating Ambition" - realizado em 2022 e procurou analisar as diferenças em relação a esse ano em todos os setores.

A transferência de dados para a cloud (71%) é a medida de eficiência energética mais comum em que as empresas investem atualmente, seguida da realização de auditorias de eficiência energética (69%) e da melhoria da eficiência energética dos sistemas de refrigeração (64%). As empresas referem várias razões fundamentais para investir na eficiência energética. Mais de metade (52%) têm como objetivo a poupança de custos, 48% dá prioridade aos compromissos de sustentabilidade empresarial e 41% procura melhorar a resiliência energética.

O inquérito global realizado em fevereiro de 2024 recolheu respostas de 1.282 líderes empresariais de 13 países, incluindo a China, a Alemanha, a Itália, os EUA, o Reino Unido, a Índia, a Suécia, o Brasil, a Espanha, o México, a Malásia, a Indonésia e a Argentina.

Há preocupações crescentes entre os líderes da indústria sobre a falta de energia da rede para as empresas nos próximos anos, com 41% a expressarem preocupações pelo menos moderadas sobre o fornecimento limitado para a produção. Para combater esta situação, as empresas estão a adotar medidas de eficiência energética (44%), a introduzir fontes de energia renováveis no local (42%) e a instalar geradores de reserva (38%), entre outras ações.

Apesar do otimismo das empresas e da apetência para investir na eficiência energética, o inquérito também identificou barreiras. O custo elevado (53%) foi considerado o maior obstáculo à melhoria da eficiência energética, seguido do tempo de inatividade ou de perturbações (34%), da falta de recursos especializados (33%) e de competências digitais (30%).

Explique-se que os inquiridos representam uma série de setores, como a indústria transformadora, os transportes, a produção de energia e a indústria pesada, e refletem diferentes níveis de atividade - desde proprietários e executivos a gestores e especialistas.

O Movimento pela Eficiência Energética

O Movimento pela Eficiência Energética é uma organização independente sem fins lucrativos que promove a utilização de soluções e tecnologias energeticamente eficientes para poupar energia, reduzir custos e reduzir as emissões de CO2. Reúne organizações que atuam em prol de um mundo mais eficiente em termos energéticos. É a voz global da indústria em matéria de eficiência energética, que promove uma visão holística dos complexos desafios e soluções em matéria de eficiência energética, representando os seus membros junto de investidores, decisores governamentais, universidades, organizações não governamentais e sociedade civil. Através da inovação, da partilha de conhecimentos, de investimentos e incentivos corretos, a eficiência energética pode ser otimizada e contribuir para um futuro descarbonizado para todos.

O Movimento foi lançado em 2021 e recebeu uma reação positiva em toda a indústria, que já conta com a adesão de 500 empresas em mais de 40 países.

Links

Contacte-nos

Transferências

Partilhe este artigo

Facebook LinkedIn Twitter WhatsApp