ABB abre caminho para o transporte fluvial sustentável com dez ferries totalmente elétricos para Lisboa

ABB abre caminho para o transporte fluvial sustentável com dez ferries totalmente elétricos para Lisboa

ABB fecha um contrato histórico com o construtor naval espanhol Astilleros Gondán para fornecimento de uma solução totalmente elétrica para ferries urbanos de passageiros de 40 metros com capacidade, cada um, de transportar até 540 passageiros através do rio Tejo, em Lisboa.

Os dez novos ferries serão operados pela empresa pública Transtejo, SA e, quando entrarem ao serviço entre 2022 e 2024, substituirão a frota existente que serve esta rota. Além do armazenamento de energia, a ABB irá fornecer uma solução elétrica totalmente integrada e um sistema integrado de automação marítima e de propulsão. O projeto de renovação da frota representa um compromisso significativo dos projetistas metropolitanos de Lisboa para acelerar a introdução de soluções de transporte público livres de emissões. Os detalhes financeiros do contrato não foram divulgados.

O aumento da eletrificação dos transportes, incluindo o transporte por vias navegáveis ​​interiores, irá desempenhar um papel fundamental para ajudar Portugal a alcançar a neutralidade carbónica até 2050. De acordo com o Roteiro Nacional de Neutralidade do Carbono até 2050, o setor dos transportes pretende atingir uma redução de 98 por cento nas emissões de gases de efeito estufa em comparação com 2005, fortalecendo o papel do sistema de transporte público e substituindo os atuais meios de transporte de combustíveis fósseis por uma frota maioritariamente elétrica.

A ABB estima que a substituição dos dez ferries que operam no rio Tejo a combustível tradicional para a solução de energia integrada totalmente elétrica, deve reduzir em cerca de 6.500 toneladas as emissões de CO2 todos os anos. O equivalente às emissões anuais de dióxido de carbono geradas por cerca de 1.400 automóveis de passageiros anualmente.

A ABB entregará uma solução elétrica totalmente integrada e um sistema integrado de automação marítima e de propulsão para os dez novos ferries. (Fonte da imagem: Astilleros Gondán)
A ABB entregará uma solução elétrica totalmente integrada e um sistema integrado de automação marítima e de propulsão para os dez novos ferries. (Fonte da imagem: Astilleros Gondán)

“A redução das emissões de gases de efeito estufa são as principais prioridades do planeamento urbano. Hoje, as tecnologias escolhidas para ferries que navegam tão perto do coração da cidade devem ser limpas e verdes, assim como comprovadas em termos de segurança e fiabilidade”, disse Antonio Pacheco, Diretor da Divisão GRP, Astilleros Gondán. “A ABB foi selecionada com base na eficiência energética e a ampla experiência no fornecimento de soluções de propulsão totalmente elétricas e híbridas para o mercado de ferries.”

“As entidades que operam nas águas interiores estão entre as pioneiras da propulsão de emissão zero e estamos verdadeiramente honrados com o fato de a tecnologia da ABB apoiar as metas de sustentabilidade de uma das grandes capitais da Europa”, disse Juha Koskela, responsável da divisão, ABB Marine & Ports “Este projeto é outro marco importante da indústria de propulsão de emissão zero, comprovando que a tecnologia atual está pronta para responder às necessidades futuras do transporte sustentável de passageiros.

Os novos ferries, que serão fundamentais para o sistema de transportes públicos de Lisboa, serão movidos por packs de baterias com uma capacidade total de 1.860 kWh cada. O contrato inicial da ABB cobre a solução elétrica totalmente integrada e um sistema integrado de automação marítima e de propulsão para todos os dez ferries e o pack de baterias para o primeiro navio da série. O premiado sistema de distribuição de energia Onboard DC Grid ™ da ABB garantirá que a bateria irá entregar aos subsistemas do ferrie de forma mais otimizada, além de permitir a integração segura e a operação fiável de outros componentes do sistema de propulsão. A configuração geral de potência será controlada pelo Power and Energy Management System (PEMS™)da ABB, que também aumentará a tolerância a falhas e fornecerá um alto grau de fiabilidade, garantindo a vida útil máxima das baterias. 

Os ferries de 40 metros terão capacidade para transportar até 540 passageiros cada, em três linhas importantes que ligam Lisboa a Cacilhas, Seixal e Montijo, na margem sul do rio Tejo. Terão uma velocidade de serviço de 16 nós e uma velocidade máxima de 17 nós.

Com a Organização Marítima Internacional a estabelecer um corte nas emissões anuais dos navios de pelo menos 50 por cento até 2050 em relação aos níveis de 2008, o projeto de ferry totalmente elétrico representa uma contribuição significativa para o transporte marítimo sustentável da cidade de Lisboa. A associação da indústria de ferreis Interferry estima que o setor transporta, anualmente, mais de 2 bilhões de passageiros em todo o mundo, sendo a propulsão elétrica considerada uma tecnologia comprovada que pode reduzir as emissões numa escala global.

Dados do Maritime Battery Forum indicam que mais de 130 ferries movidos a bateria já estão em operação, e mais 90 encomendados. Em linha com a sua forte presença na eletrificação de navios, a ABB anunciou projetos de ferries totalmente elétricos com a P&O Ferries, Washington State Ferries e Busan Port Authority na Coreia do Sul nos últimos nove meses.

ABB (ABBN: SIX Swiss Ex) é uma empresa global líder em engenharia que energiza a transformação da sociedade e da indústria para alcançar um futuro mais produtivo e sustentável. Ao conectar software ao seu portfólio de eletrificação, robótica, automação e sistemas de acionamento, a ABB ultrapassa os limites da tecnologia para elevar o desempenho a novos níveis. Com uma história de excelência que remonta a mais de 130 anos, o sucesso da ABB é impulsionado pelo talento de cerca de 105.000 funcionários em mais de 100 países.

Links

Contacte-nos

Transferências

Partilhe este artigo

Facebook LinkedIn Twitter WhatsApp