Global site

O site da ABB utiliza cookies. Ao permanecer nesta página, você concordo com a utilização de cookies. Saiba mais

Proteção Ex nA

Essa proteção evita faíscas e temperaturas excessivas durante as situações normais para as quais o motor está certificado.

É obrigatório seguir os EHSRsda Diretiva ATEX correspondentes à categoria 3:

  • Os equipamentos serão projetados de forma a evitar as fontes de ignição previsíveis que possam ocorrer durante a operação normal.
  • As temperaturas superficiais não excederão as máximas declaradas sob as condições de operação previstas, incluindo as tolerâncias ligadas à rede elétrica.

Para instalação em Zona 2 o motor será conforme aos requisitos da Categoria 3.

Os gases explosivos penetram o motor sem risco de explosões por que:

  • Nenhuma parte do motor excede a classe de temperatura para a qual o motor foi aprovado
  • Não há qualquer risco de ocorrência de faíscas em função dos materiais escolhidos para as peças pertinentes e do projeto específico para as conexões.
Normas relativas ao tipo de proteção "n":
EN 60079-0: 2004-03
Dispositivos elétricos para atmosferas com gases explosivos. Parte 0: Requisitos gerais.
EN 60079-15: 2005-10
Dispositivos elétricos para atmosferas com gases explosivos. Parte 15: Tipo de proteção “n”.
EN 50014: June 1997
Dispositivos elétricos para atmosferas com risco de explosão. Requisitos gerais.
EN 50021: April 1999
Dispositivos elétricos para atmosferas com risco de explosão. Tipo de proteção “n”.
IEC 60079-0: 2004-01
Dispositivos elétricos para atmosferas com gases explosivos. Parte 0: Requisitos gerais.
IEC 60079-15: 2005-03
Dispositivos elétricos para atmosferas com gases explosivos. Parte 15: Tipo de proteção “n”.
Marcação 
EN Antiga  
IEC / Nova EN
Símbolos para os tipos de proteção                                    
EEx nA                   
Ex nA                    

Atenção: o grupo de gases não é relevante para os motores não ascendíveis , só é preciso tomar em conta a temperatura mínima de ignição.

Projeto:

Foram introduzidos novos requisitos nas normas 60079-15:2001-02 e EN 50021: abril de 1999 em relação ao entreferro mecânico mínimo entre estator e rotor:
Este requisito é idêntico àquele estabelecido para os motores de segurança aumentada EEx e/Ex e para uso em zona 1.
Há um reforço no aspecto da segurança para o desempenho em operação, bem como na partida do motor.

Em adição ao entreferro mínimo entre rotor e estator, a ausência de faíscas no motor têm como garantias:

  • O valor mínimo das folgas e distâncias de fuga em conformidade com os padrõs mais recentes
  • Material isolante dentro da classe de maior resistência a fugas
  • Proteção mínima IP54
  • Grampeamento dos condutores
Carregando documentos
  • Contacte-nos

    Submeta o seu inquérito e nós contatá-lo-emos

    Contacte-nos